sábado, 31 de agosto de 2013

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Pichação


À noite, ele picha. De dia, o outro pinta.
Vamos ver quem tem mais tinta!
(E a parede foi ficando surda...)

Sandra Medina Costa

Madrugada


A noite torna maior as dores.
Deus, dói saber que tudo acaba!
Amor em fase terminal...
 
Sandra Medina Costa

Nossas alianças


Alianças Nunca Padecem de
Saudade: A Memória Costuma
supri-la.
 
Sandra Medina Costa

Tudo se copia


“Now it’s us, now it’s we” (M. Jackson):
estava criado o
“agora é nóis”, mano!
 
Sandra Medina Costa

O terceiro quarto


Transformou-se na re-fuga do companheiro.
O quarto-prisão, agora, acolhe
Os corpos cansados, velhos...
 
Sandra Medina Costa

O terceiro ano do 2º Grau


Namoro, preconceito, amor-engano,
estudos soltos, quase bomba...
De presente, um radinho de pilha.
 
Sandra Medina Costa

Irmãos – os marcos de minha vida


Exigência x proteção,
desnorteio x centração...
e muitas sessões de psicoterapia.
 
Sandra Medina Costa

Dia do Irmão


Como vivê-lo,
se no dia a dia
não sê-lo?

Sandra Medina Costa
Dia do Irmão (5 de setembro)

A terceira vez

 

Reflete em mim o último sinal.
Impossível reverter qualquer coisa.
Ponto final.

Sandra Medina Costa

A terceira cidade

Teófilo Otoni, cidade de origem.
Contagem, destinos traçados.
Belo Horizonte, última parada?

Sandra Medina Costa

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Querer - Merecer - Precisar


[Imagem Facebook]

Café com prosa e afeto


 
Café com Prosa
Mais que isso, decerto,
Café com Prosa e Afeto,
entremeado de gestos
e fios dourados de histórias
da vida de todos nós.
Uma teia generosa
tecida por mãos carinhosas,
bordada com laços de luz.
No fim das contas
Um sem fim de contos,
de causos e histórias,
emoções pra guardar na memória
e no coração.
Memória afetiva.
O cheiro, o gosto,
o prazer do encontro com o outro.

Sandra Medina Costa

[Imagem Google]

O Pingo d’água


Vestibular disputado, a redação pedida: O Pingo d´agua. Pensou e lascou: “Naveguei em mares de livros, naufraguei num pingo d’água.”

Sandra Medina Costa

[Imagem Google]

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

terça-feira, 27 de agosto de 2013

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Volta teu rosto sempre em direção ao sol


[Imagem Facebook]

Pequenas revoluções


[Imagem Facebook]

Vergonha


Vergonha
Vergonha dos meus pés
De tê-los escuros
Maltratados
Pois representam unicamente
A minha incompetência
Diante das inúteis preocupações da vida
Pois tudo é vaidade
Nada há de novo sob o sol
Vaidade das vaidades, diz o profeta
Vergonha
Vaidade
Inutilidade de pensamentos
Que não me conduzem a lugar algum
Não existe lugar em que me esconda
A não ser os velhos sapatos rotos
Redundantemente velhos e rotos
Tênis usados e sem graça
Úteis para esconder os pés
Pra que ninguém os veja assim
Maltratados
Culpa que corrói não a alma, mas os pés
Quero ser livre
Sarada, curada no sangue de Jesus
A lágrima que me escorre dos olhos
Não me alivia a dor que me vai cá dentro
Meus pés
O que fiz com eles
Por que a incompreensível necessidade de
Expressar neles as frustrações
Meu Deus
Quero apenas que meus desejos sejam positivos e benéficos
Que eu possa sentir e expressar somente alegria, luz e paz
Pois sei que Teu amor e Tua misericórdia estão comigo
A cada sopro de vida
Alivia-me a certeza de Tua presença constante ao meu lado
 
Sandra Medina Costa
[Imagem Google]

sábado, 24 de agosto de 2013

Coragem e paciência


Coragem e paciência. Sejam quais forem os obstáculos que te desafiem, aciona essas duas alavancas da paz, porque a coragem te manterá o coração ligado à fé no Divino Poder que nos rege os dias e a paciência é a luz da esperança que nasce de nós mesmos nas lutas edificantes do dia a dia.

Desconheço a autoria
[Imagem Google]

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Malva rosa


Malva
flor rosa
do quintal de D. Rosa
Caule esguio,
elegante.
Ergue-se à altura de um metro,
talvez.
Não há galhos.
Não se entorta pro lado.
E exibe as flores
perfeitamente redondas,
rosadas,
que atraem o olhar saudoso.
Malva rosa
do quintal que vejo,
de saudades um lampejo
no coração. Prosa.

Sandra Medina Costa

[Imagem Google]

domingo, 18 de agosto de 2013

A arte de deixar a vida leve!


Olhe no fundo dos olhos de um animal


"Olhe no fundo dos olhos de um animal e, por um momento, troque de lugar com ele. A vida dele se tornará tão preciosa quanto a sua e você se tornará tão vulnerável quanto ele. Agora sorria, se você acredita que todos os animais merecem nosso respeito e nossa proteção, pois em determinado ponto eles são nós e nós somos eles." (Philip Ochoa)

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Amigo a gente não procura...


[Imagem Facebook]

Assunção de Nossa Senhora


Rogai por nós, Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo!

terça-feira, 13 de agosto de 2013

domingo, 11 de agosto de 2013

Meu pai


Dia do Estudante


Dia dos Pais


"Os pais não morrem nunca, encantam-se!"
Aíla Sampaio

[Imagem Facebook]