sexta-feira, 5 de junho de 2009

Deus do Céu


Deus do céu, por que reles coisas
me jogam tão lá para baixo?
Palavras de duplo sentido,
maldosas insinuações...
Um pequeno esquecimento
já vira causa de tormento,
aumenta a dor de cabeça,
logo faz com que eu me entristeça.
Choro, sofro uma dor sentida
(sem qualquer sentido na vida)...

Para acalmar meu coração
Tua verdade vem de imediato.
Sei que quando meus pés vacilam,
o Senhor se põe ao meu lado.
Teu consolo eu experimento,
se as angústias são retiradas:
a fragilidade de outrora
esvaiu-se, foi arrancada.

Sandra Medina Costa

[imagem reflejosdeluz.net]

2 comentários:

GUERREIRA disse...

amém. amei td isso.
bjk
Deus abençoe seu fds

filha de rosa com pescador disse...

Oi, Guerreira amiga!
Tenha um ótimo final de semana! Oremos juntas. Sempre.