domingo, 13 de setembro de 2009

Liberta



Liberta, Senhor, minha alma do autoengano,
Aquele que se reveste de coisas maliciosas,
Pois minha vida a Teus olhos é preciosa
E tenho lutado entre o sagrado e o profano.

Liberta meu coração da autopiedade
Que mistura contraditórios pensamentos,
Me confunde, só traz tormento
E minha alma só se acalma em Tua Verdade.

Tem misericórdia de mim,
Me cura, salva e liberta,
Pois a coisa mais certa

É Teu Amor que não tem fim,
Que não desampara um só segundo
E é capaz de vencer o mundo.

Sandra Medina Costa

[imagem da web]

4 comentários:

Cioara Andrei disse...

Foarte interesat subiectul postat de tine, m-am uitat pe blogul tau si imi place ce am vazu am sa mai revin cu siguranta.
O zi buna!

filha de rosa com pescador disse...

Multumesc pentru vizita! Vino din nou.
Sandra.

Dilma Damasceno disse...

Cara Sandra,

Linda oração, com lindos versos!
Concordo plenamente, e sinto igual, acredite!
Como é maravilhoso, ter fé!
Que Nosso Senhor ilumine mais e mais, o seu espírito!
Fraternalmente, Dilma

filha de rosa com pescador disse...

Bom dia, amiga Dilma!
Que a paz de Deus esteja sempre conosco!